Clique e assine por apenas 6,90/mês
Blog do Lorençato Por Arnaldo Lorençato O editor sênior Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há 27 anos. De 1992 para cá, fez mais de 15 000 avaliações de estabelecimentos. Além das atividades na Vejinha, leciona na Universidade Mackenzie

Tavares organiza bazar online para a venda de objetos do restaurante

Fechado desde 2 de março, o endereço dos Jardins está queimando todo seu acervo

Por Arnaldo Lorençato - Atualizado em 14 May 2020, 17h11 - Publicado em 13 May 2020, 22h09

Muito antes da determinação da decretação oficial do isolamento social por causa da pandemia do novo coronavírus, o empresário gaúcho Ivo Abrahão Nesralla Junior decidiu encerrar as atividades do Tavares, na região dos Jardins (para ler sobre o fechamento, basta clicar aqui). No lugar onde se encontra o imóvel, será erguida uma torre residencial de alto padrão. A promessa era de que o restaurante voltasse ao mesmo endereços em, no máximo, três anos, planos modificados pelo novo normal que vivemos agora. De imediato, o mobiliário e outros objetos seriam aproveitados na casa-irmã, que Nesralla pretendia abrir na Rua Maria Carolina.

Em consequência, desde ontem  (12 de maio) o restaurateur deu início um bazar para a queima de todo o acervo de objetos do restaurantes com pedidos de compra feitos pelo Instagram (@casatavares). “A ideia era voltar em breve, mas percebi que não vai acontecer. Como tenho de entregar o imóvel em breve, quero fazer tudo com calma. O bazar vai a até a metade de junho”, adianta Nesralla.

Mesa redonda com dez lugares e cumbucas de madeira: tudo à venda Divulgação/Divulgação

Todos os itens usados no restaurante estão à venda com exceção do neon com o nome Tavares da entrada e a luminária colorida. Entre os exemplos, é possível encontrar pratos e cumbucas de madeira do designer Carlos Motta, ainda sem uso, com preços que vão de 90 reais a 450 reais, e uma  banqueta alta de madeira e ferro por 350 reais. Para quem está disposto a investir um pouco mais, uma mesa para 10 pessoas sai por 5.900 reais.

A previsão de funcionamento do bazar é 13 de junho. Os pagamentos da encomendas pode ser feito por depósito bancário ou no local. As retiradas acontecem três vezes por semana, às segundas, às quartas e aos sábados, das 10h às 13h.

Continua após a publicidade

Tavares.
Rua da Consolação, 3212, Jardim Paulista.

+ Assine a Vejinha a partir de 6,90 mensais

Valeu pela visita! Para me seguir nas redes sociais, é só clicar em:
Facebook: Arnaldo Lorençato
Instagram: @alorencato
Twitter: @alorencato

Para enviar um email, escreva para arnaldo.lorencato@abril.com.br

Caderno de receitas:
+ Fettuccine alfredo como se faz em Roma

Publicidade